terça-feira, 3 de outubro de 2017

7 Dicas sobre Óculos de Segurança com Grau



Os Óculos de Segurança com Grau são EPIs muito importantes na proteção da visão e indispensáveis para muitos trabalhadores, que não se adaptaram a Óculos de Segurança de sobreposição.

Dicas sobre óculos de segurança com grau

Receituário médico: o trabalhador que utilizará o EPI precisa passar por consulta com um médico oftalmologista para verificar qual é o seu erro de refração (miopia, astigmatismo, hipermetropia ou presbiopia) e o grau adequado para corrigir o problema de visão.

Validade da receita: o Comprador precisa atentar-se à validade da receita, que deverá ter menos de 6 meses de emissão, desde que não tenha ocorrido nenhuma alteração na visão. Como nem sempre quem usará os óculos consegue notar se houve alteração desde a última visita ao oftalmologista, é melhor que a receita seja o mais atual possível.

Certificado de Aprovação (CA): os Óculos de Segurança Graduados devem ter Certificado de Aprovação, nesse caso o CA corresponde ao conjunto lentes e armação, ou seja, não existe CA apenas para armação ou lentes. Alguns modelos de Óculos de Segurança não possibilitam a colocação da lente corretiva, para esses modelos são usados clips, acessórios para fixação das lentes à armação. Esse clip também devem ter CA.

Conhecimento do risco: além do que já foi exposto, é necessário que os Óculos de Segurança protejam dos riscos presentes no ambiente de trabalho, promovendo a segurança quanto a impactos de partículas volantes, luminosidade intensa, radiação ultravioleta, radiação infravermelha etc. Então, antes de realizar a compra é preciso conhecer qual é o tipo de proteção de que se necessita, de acordo com a Norma Técnica ANSI.Z.87.1/2003.

Tratamento contra embaçamento: a Portaria nº. 121, de 30.09.2009, anexo I, item 2.2, da Secretaria de Inspeção do Trabalho/Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho regulamenta que os EPIs “destinados à proteção da face, olhos e vias respiratórias devem restringir o mínimo possível o campo visual e a visão do usuário e serem dotados de dispositivos para evitar o embaçamento”.

O mais alto padrão de proteção: ainda de acordo com a Portaria nº. 121, de 30.09.2009 “os EPIs devem ser concebidos e fabricados de forma a propiciar dentro das condições normais das atividades o nível mais alto possível de proteção”.

Tratamentos das lentes: além do grau, é importante escolher o tratamento adequado para o desenvolvimento de cada trabalho:

Antiembaçamento: permite que as lentes não fiquem embaçadas, o que evita ofuscar a visão.

Antiestática: esse tratamento nas lentes diminui o acúmulo de pó.

Antirrisco: as lentes de policarbonato são mais propensas a riscos, esse tipo de tratamento diminuem os riscos. Sem contar que aumenta o tempo de vida das lentes, pois as que possuem muitos riscos dificultam a nitidez das imagens e devem ser trocadas.

Antirreflexo: o reflexo de luz ou espelhamento nas lentes atrapalham a nitidez e causam desconforto.

Hidrofóbico: as lentes hidrofóbicas repelem a água.


A compra de Óculos de Segurança com Grau requer muita atenção e alguns conhecimentos prévios, pois além de ser um EPI também deve corrigir os problemas de visão do trabalhador que o usará, é um equipamento feito sob medida. Como todo EPI deverá seguir as normas de segurança e atender as especificidades de cada usuário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário