terça-feira, 12 de dezembro de 2017

4 Profissões mais Perigosas de Acordo com a Organização Internacional do Trabalho



Policial

Por se tratar de uma profissão que envolve a segurança, o policial precisa estar sempre protegido, especialmente quando suas tarefas exigem que ele se exponha a situações de agressão e de violência. Em virtude disso, dispositivos de proteção como capacete de proteção, colete à prova de balas, calçados de segurança e escudo estão entre os principais EPIs que um policial precisa usar.

Bombeiro

Quando se fala em bombeiro as pessoas só imaginam o profissional agindo em situações incêndios, mas seu trabalho vai muito além disso: a proteção civil conferida por este profissional vai desde a queda de uma árvore a resgates em caso de alagamento ou acidentes de trânsito. Por isso, calçados de segurança, capacetes, balaclavas, colete salva-vidas e máscaras respiratórias são alguns dos materiais necessários para a segurança de um bombeiro.

Eletricista

Seja para resolver problemas domésticos ou para solucionar transtornos em postes ou até em transportes, como um helicóptero, o eletricista precisa usar uma roupa especial que o protege da condução elétrica com a qual ele está sempre em contato. Além de capacetes, luvas e botas, o eletricista também deve usar ferramentas que não sirvam como condutor elétrico.

Funcionário de Frigorífico

Outro trabalho na lista da OIT com as profissões mais perigosas do mundo é a de funcionário de frigorífico. A princípio, ela parece não ser tão ofensiva, mas este é um ambiente de trabalho insalubre e com a presença de ferramentas que podem perfurar ou cortar a roupa e até os membros do funcionário.


Além disso, o clima mais frio e úmido das câmaras frigoríficas faz com que o profissional esteja sujeito a sofrer um choque térmico e desenvolver problemas de pele. Para proteger o funcionário que trabalha neste local, são necessárias luvas de proteção, óculos de proteção, botas térmicas e roupas especiais para câmara fria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário