terça-feira, 17 de abril de 2018

A importância da Sinalização de Incêndio.




A sinalização de incêndio é uma medida de segurança indispensável. Em situações de emergência, é mais fácil conduzir a evacuação de um prédio e localizar os equipamentos de combate ao fogo, como hidrantes, mangueiras e extintores, quando a edificação possui sinalização de incêndio.

É natural que as pessoas entrem em pânico durante um incêndio, e as sinalização das rotas de fuga serve justamente para minimizar os riscos de que esses indivíduos sigam para a direção mais perigosa e se coloquem em risco ainda maior. Além disso, a sinalização contra incêndio agiliza o trabalho do Corpo de Bombeiros ou da Brigada de Incêndio.

É fundamental, portanto, que empresas, condomínios e organizações de uso público — como escolas, creches e hospitais — contratem um profissional especializado na elaboração do projeto para obter o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que especifica, entre várias medidas, a sinalização contra incêndio.

Principais tipos de sinalização de incêndio

Parte da sinalização de segurança de um local, a sinalização de incêndio deve seguir algumas especificações técnicas, especialmente no que diz respeito às dimensões de placas, faixas e adesivos. Além disso, ela deve ser fixada a uma altura mínima de 1,80 metros, sempre em locais visíveis. A sinalização das portas de emergência deve ficar 10 cm acima ou, não havendo espaço, fixada diretamente na porta.

A cada 15 metros, no máximo, é necessário colocar a sinalização contra incêndio. Prédios que recebem estrangeiros devem colocar sinalizações em dois ou três idiomas (além do português, normalmente inglês e espanhol).

Sinalização básica contra incêndio
Proibição: o objetivo é prevenir a ocorrência de incêndios por meio da proibição, por exemplo, do cigarro em áreas fechadas ou locais que abrigam materiais inflamáveis;
Alerta: tem a finalidade de chamar a atenção do público sobre a existência de materiais inflamáveis;

Orientação e salvamento: esse tipo de sinalização orienta o público sobre acessos às saídas de emergência.

Localização de equipamentos: a sinalização indica onde estão localizados alarmes de incêndio e os equipamentos de combate ao fogo.

Sinalização complementar contra incêndio

Rotas de saída: sinalização que indica o caminho a ser seguido até as saídas de emergência;

Riscos em rotas de saída: objetiva alertar ao público sobre a existência de obstáculos ao longo do caminho, como pilares, vãos livres, degraus, declives, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário