terça-feira, 17 de julho de 2018

Investigação de Incidentes de Trabalho



A investigação de incidentes é uma ação fundamental para empresas que desejam estabelecer um ambiente de trabalho seguro e devidamente regulamentado. Nesse contexto, é importante primeiro ter em mente a diferença entre um acidente de trabalho e um incidente de trabalho.

Diferença entre acidente de trabalho e incidente de trabalho

De acordo com as leis trabalhistas do Brasil, a definição de acidente de trabalho é: evento ocorrido durante a execução de trabalho a serviço de uma empresa, seja dentro ou fora dela, que resulte em danos leves ou graves ao indivíduo e ao bem material. Em outras palavras, este é um episódio não planejado que termina em dano pessoal ou financeiro — tanto para o funcionário quanto para a empresa.

O incidente, por outro lado, é um “quase” acidente, ou seja: é uma ocorrência não planejada que poderia levar a um acidente. Para entender melhor a diferença entre acidente e incidente de trabalho, visualize o seguinte exemplo: em um escritório, um monitor entrou em curto circuito e soltou faíscas sobre a mesa. Se apenas isso aconteceu e ninguém se machucou, trata-se de um incidente. Por outro lado, caso as faíscas atinjam um funcionário ou causem um incêndio, é caracterizado um acidente de trabalho.

Com este exemplo em mente, é possível afirmar que a realização de uma investigação de incidentes no trabalho é a melhor maneira de prevenir os acidentes. Isso porque esta é uma ação que verifica possibilidades, garantindo a redução de fatores que poderiam levar ao perigo. Com base nos incidentes, é possível evitar os danos físicos aos colaboradores, bem como possíveis danos materiais à empresa.

Dicas para investigar um incidente de trabalho.

Converse

Quando um incidente ocorre no ambiente profissional, é comum que os colaboradores fiquem um tanto assustados. Com calma, converse com as testemunhas e entenda exatamente o que aconteceu. Quanto mais informações você conseguir coletar, melhor.

Simule

A partir dos dados obtidos por meio da conversa com as testemunhas, além de outras possíveis fontes (câmeras de segurança, por exemplo), faça uma simulação do ocorrido. Será uma reprodução segura, sem chances de que algo realmente sério aconteça. Para simular o exemplo que demos acima, por exemplo, o ideal seria expor um monitor sobre uma mesa com tudo do jeito que estava, e então pedir para que alguém informe exatamente onde as faíscas saíram.

Contextualize

Saber o que estava sendo feito antes do incidente também é importante, de modo que seja possível identificar se o problema está relacionado a um erro humano, defeito em um equipamento ou por fatores externos. Não se trata de encontrar culpados, mas de entender o que aconteceu e o motivo. Os resultados dessa busca serão úteis para a prevenção de futuros incidentes e acidentes.

Finalize

Elaborar um relatório é uma boa ideia para unir todas as informações coletadas. Além de listar o que foi encontrado, elabore sugestões de medidas preventivas a serem adotadas para evitar uma repetição do incidente. Se você estiver se reportando a um superior, esses dados são importantes para convencê-lo de que uma ou mais reparações são necessárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário