terça-feira, 14 de agosto de 2018

4 Dicas Para Prevenção de Acidentes




Ofereça EPIs

Algumas atividades profissionais estão associadas a riscos específicos e os trabalhadores precisam contar com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados para evitar acidentes ou minimizar suas consequências. Vale destacar que o oferecimento do dispositivo de proteção deve ser feito pela empresa contratante, e nem sempre está associado necessariamente a atividades de alta periculosidade.

Crie uma CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é obrigatória para todas as empresas privadas, públicas, sociedades de economia mista, órgãos da administração direta e indireta, associações recreativas e cooperativas. Ela deve ser formada por funcionários da empresa que, além de exercerem a função para qual foram contratados, zelam pela saúde e segurança do trabalho. O objetivo é relatar condições de risco e solicitar medidas para reduzir, eliminar ou neutralizar esses riscos.

Aperfeiçoe o diálogo

A prevenção de acidentes normalmente entra em pauta apenas quando algum problema já aconteceu, e isso não deve ser assim. O ideal é o diálogo a respeito da segurança seja feito com frequência, utilizando plataformas de comunicação adequadas à realidade da organização. Esse tipo de conscientização vai desde a adoção de checklists e programas de prevenção até instalação de sistemas de segurança. Se um funcionário está em risco de sofrer algum acidente, essa informação precisa chegar a tempo de ser feita uma intervenção contra o problema e não depois que ela ocorre.

Prepare um local seguro

O ambiente de trabalho deve ser o mais seguro possível. Isso inclui ter um chão limpo, presença de extintores, mangueiras de água, saídas de emergência em locais de fácil acesso, ausência de avarias e problemas estruturais, ventilação adequada e diversas outras medidas que garantem um local saudável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário