terça-feira, 28 de agosto de 2018

As Principais Normas Referente à Segurança Industrial




A industrialização é um fenômeno relativamente recente na história da humanidade e, desde seu começo, o processo levanta uma série de polêmicas. O primeiro ponto diz respeito às péssimas condições de trabalho dos empregados que atuavam nas fábricas no começo da Revolução Industrial, que “explodiu” na década e 1760.

No Brasil, apesar de um pouco mais tardia, a história não foi diferente: desde que a industrialização começou no Rio de Janeiro, os operários lutaram por salários mais dignos e condições de trabalho que possibilitem o mínimo de segurança industrial.

Quando o assunto é segurança industrial, o grande marco é sem nenhuma dúvida o ano de 1978 (data que passa a dimensão exata de quanto o País demorou para se preocupar com uma questão tão fundamental como a saúde e o bem-estar dos trabalhadores), quando o Ministério do Trabalho publicou as primeiras normas de segurança, dando início a uma série de Normas Reguladoras que mais tarde surgiriam.

Normas Regulamentadoras em segurança industrial

Existem 34 principais Normas Reguladoras (NRs) que tratam da segurança industrial no Brasil. Elas são responsáveis por abordar diversos assuntos, que vão desde o trabalho em altura até a atuação em locais considerados insalubres. 

Embora todas as NRs sejam importantes, as que podem ser consideradas como principais são:

Norma Regulamentadora 5 – CIPA

Estabelece a obrigatoriedade e as profissões que devem constar na Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que necessariamente deve estar presente em toda empresa.

Norma Regulamentadora 6 – Equipamentos de Proteção Individual

Diz respeito à manutenção da integridade física e manutenção da saúde dos operários por meio da obrigatoriedade do uso de Equipamentos de Proteção Individual, dispositivos fundamentais para o trabalho em indústrias.

Norma Regulamentadora 14 – Fornos

Estabelece os requisitos para a fabricação, instalação e sistemas de proteção para fornos, amplamente utilizados em indústrias de transformação.

Norma Regulamentadora 23 – Proteção Contra Incêndios

Traz as orientações que local de trabalho e funcionários devem adotar para evitar incêndios.

Norma Regulamentadora 35 – Trabalho em Altura

A NR 35 trata da proteção para o trabalho em altura, incluindo os requisitos para que seja caracterizado como tal, a responsabilidade das partes envolvidas, a obrigatoriedade de planejamento para sua realização, os EPIs para trabalho em altura, sistemas de ancoragem e acessórios necessários e orientações para emergências e salvamentos.

Qual a importância de seguir as NRs?

Seguir à risca todas as normas reguladoras referentes à segurança industrial é fundamental para as indústrias que, além de garantirem a integridade de seu bem mais precioso (os colaboradores), garantem sua segurança jurídica.

Isso porque, em caso de descumprimento de qualquer norma, a empresa fica sujeita a sanções e penalizações, incluindo multa por parte dos órgãos fiscalizadores. Além disso, vale ressaltar que o consumidor dá cada vez mais importância às questões sociais, e as levam em conta no momento da decisão de compra. Uma empresa que não protege seus funcionários por meio da segurança industrial está sujeita a perder espaço para as concorrentes, especialmente para as que se preocupam com essas questões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário