terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

O que é equipamento de proteção respiratória (EPR) e em quais áreas é usado.


O fornecimento dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) é uma obrigação
por parte das empresas, enquanto cabe aos trabalhadores a tarefa de usá-los
adequadamente, de modo a garantir que as atividades profissionais sejam realizadas
da maneira mais segura possível. De acordo com a legislação trabalhista, os EPIs são
exigidos em todos os ambientes profissionais que ofereçam qualquer tipo de risco à
saúde e à integridade física dos trabalhadores, independentemente de sua área de
atuação.

Existem diferentes tipos de EPI, cada qual com características específicas que fazem
com que o dispositivo seja indicado para uma determinada função. Os chamados
Equipamentos de Proteção Respiratória (EPR), por exemplo, são dispositivos de proteção
que têm o objetivo de evitar que os trabalhadores sejam contaminados por meio de
suas vias respiratórias, evitando a inalação de agentes presentes no ar.

Qual a importância dos EPR?

A proteção respiratória é essencial para evitar uma série de doenças ocupacionais
associadas à inalação de partículas nocivas ao corpo humano, tais como poeira,
vapores orgânicos, fumaça, gases tóxicos e agentes contaminantes. A utilização de
EPRs dentro de uma organização é regulada pelo Programa de Proteção Respiratória,
que reúne um conjunto de medidas que visam controlar a incidência de doenças
respiratórias.

EPRs: em quais áreas são usados?

O uso de Equipamentos de Proteção Respiratória é obrigatório em todos os locais
de trabalho que contam com a presença de agentes contaminantes que podem ser
absorvidos por meio da respiração. É o caso, por exemplo, de indústrias que lidam
com fumos metálicos, poeiras minerais, agrotóxicos e tintas.

Esses dispositivos também são indicados para ambientes de trabalho onde há
oxigenação prejudicada. Os bombeiros são profissionais que frequentemente
precisam entrar em locais com pouco oxigênio e presença de gases tóxicos, sendo
essencial a utilização de EPRs para evitar prejuízos à sua saúde e bem-estar.

Trabalhadores de laboratórios e farmácias de manipulação são outros que também
devem sempre contar com os Equipamentos de Proteção Respiratória, evitando a
contaminação com as substâncias às quais são expostos no dia a dia.

Os principais Equipamentos de Proteção Respiratória existentes são:

Máscara de proteção descartável:
indicada para proteção contra inalação de partículas e de baixas concentrações de
gases e vapores orgânicos;

Máscara de proteção semifacial com filtro:
confere proteção contra gases tóxicos, partículas de poeira, pintura e ácido;

Máscara de proteção facial inteira:
protege não apenas o sistema respiratório, mas os olhos. É recomendado para
ambientes profissionais com elevada concentração de contaminantes.



x

Nenhum comentário:

Postar um comentário