quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Os tipos de riscos no trabalho mais comuns e que ameaçam a segurança do profissional


Quando pensamos e lidamos com segurança de homens e mulheres que desempenham uma atividade profissional, devemos observar com atenção quais são os tipos de riscos no trabalho mais comuns. Estes, também conhecidos como agentes de risco ou mesmo riscos ocupacionais, estão presentes em várias atividades e são classificados conforme sua origem ou situações. Além disso, são identificados por cores para facilitar seu entendimento universal. 

Conheça os 5 tipos de riscos no trabalho mais comuns e suas características

Riscos Físicos: Cor Verde

Este é um tipo de risco no trabalho comum, pois faz parte do dia a dia de muitas empresas e indústrias em todo o mundo. Podemos citar como exemplos:

- Ruídos.
- Vibrações.
- Pressões anormais.
- Temperaturas extremas.
- Radiações ionizantes.
- Radiações não ionizantes.

Para o trabalhador, tais riscos podem gerar cansaço extremo, dores de cabeça, irritação, problemas de audição e no aparelho digestivo, aumento da pressão arterial, perigo de infarto e taquicardia.

Riscos Químicos: Cor Vermelha

Riscos caracterizados quando há exposição a substâncias, produtos ou compostos que possam penetrar e ser absorvidos pelo organismo, isso através de via respiratória, por contato com a pele ou mesmo por ingestão. Exemplos:

- Poeiras comuns e minerais (sílica, carvão, asbesto).
- Fumos.
- Névoas.
- Neblinas.
- Gases.
- Vapores.

Os riscos citados podem causar asbestose (contaminação por amianto), silicose (contaminação por quartzo) e pneumoconiose (contaminação minérios de carvão).

Riscos Biológicos: Cor Marrom

Nesta classificação estão os riscos provocados por micro-organismos que possam infectar o trabalhador, seja por ingestão, contato com a pele ou por via respiratória. Exemplos:

- Bactérias.
- Fungos.
- Bacilos.
- Parasitas.
- Protozoários.
- Vírus.

São riscos biológicos que podem provocar doenças infectocontagiosas graves, como cólera, hepatite, amebíase, tétano e HIV.

Riscos Ergonômicos: Cor Amarela

Também são tipos de riscos comuns no trabalho em vários setores comerciais e industriais. Exemplos:

- Esforço físico intenso.
- Levantamento de peso.
- Transporte manual de peso.
- Postura inadequada.
- Controle rígido de produtividade.
- Imposição de ritmos excessivos.
- Jornadas de trabalho prolongadas.
- Monotonia.
- Repetitividade.

Para a saúde do trabalhador, este tipo de risco pode causar cansaço, fraqueza, dores musculares, hipertensão arterial, úlcera, diabetes, problemas na coluna vertebral e doenças nervosas.

Riscos de Acidentes / Riscos Mecânicos: Cor Azul

Podem ocorrer no dia a dia do trabalhador quando há:

- Arranjo físico inadequado.
- Uso sem proteção de equipamentos e máquinas.
- Uso de ferramentas defeituosas e inadequadas.
- Iluminação inadequada.
- Probabilidade de explosão e incêndio.
- Armazenamento inadequado de itens.
- Animais peçonhentos.

São riscos que podem provocar acidentes, que por sua vez podem prejudicar a saúde e a integridade física do trabalhador, como choques, queimaduras, curto-circuito e até mesmo acidentes fatais.

Quais fatores determinam os tipos de riscos no trabalho?

Os tipos de riscos no trabalho são caracterizados por situações ou mesmo agentes que possam ocasionar danos ou comprometer direta ou indiretamente a saúde e o bem-estar do trabalhador. É considerado um fator de risco quando há danos para:

- À saúde do trabalhador dentro do ambiente profissional (dentro das dependências da empresa), seja por razão da natureza da atividade, intensidade da mesma, sua concentração ou tempo de exposição.
- Em relação à qualidade do trabalho que é executado.
- Aos cuidados com animais.
- Ao próprio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário